Eu achei conforto na sua distância

11 abr

tumblr_neq3zbeK9g1t1prrio1_500

 

Eu não esperava que você virasse para trás ao partir – nem eu mesma virei. Eu não esperava que você ficasse bravo. Eu também não fiquei. Eu não achei realmente que você fosse tentar argumentar. Eu também não tentei. 

Você, com olhos grandes de vento e um universo próprio na mente. Você, com pés que alcançavam fronteiras perto dos meus, tão simplórios. Você tão grande, com ombros nas nuvens e eu, tão presa.

Seu lugar era lá em cima. O meu sempre foi aqui embaixo. Você era sonhador. Eu era realista. Você gostava de colocar pimenta no seu almoço. Eu sempre achei muito arriscado. E você se arriscava, ah, se arriscava. Lembra aquela vez que achou que seria divertido dirigir de olhos fechados quando voltávamos para casa de madrugada? Achei que ia morrer de pavor. Mas você riu.

Achei estranho quando você me disse que eu precisava crescer. Eu sempre achei que fosse a mais madura de nós dois. Mas você insistiu – cresça e entenda o mundo, menina. (Eu não gostava de ser chamada de ‘menina’).  Disse que eu não sabia viver. Eu achava que sabia viver sim. Eu só vivia diferente.

Você se entediava muito fácil com as histórias que eu contava. Eu sempre achei as suas fantasiosas demais. Mas você era assim mesmo: sua vida precisava ter detalhes demais. Por isso achei que a minha ia ser vazia no momento que você colocasse os pés para fora de casa e não mais voltasse. Mas quer saber? Acho que eu soube me completar muito bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: